MENTOMAGNETISMO: O PENSAMENTO COMO VETOR DE EQUILÍBRIO

Debate do Clube do Livro explora a importância de manter positivo o pensamento

mentomagnetismo1
Bruno Elias, faz uma apresentação dos autores do livro

Pensamento elevado, vontade persistente e prece fervorosa. Essa combinação, uma das bases do atendimento de desobsessão, pode ser aplicada no dia a dia como vetor de equilíbrio e bem estar. Essa é a conclusão a que chegaram os participantes do segundo encontro fraternos organizado pelo Clube do Livro do Grupo Espírita Abrigo da esperança (GEAE), em meados de março. Em foco, o livro Mentomagnetismo e espiritismo, de Vítor Ronaldo Costa e Gustavo Henrique de Lucena, uma obra técnica e destinada ao estudo, cujos ensinamentos foram apropriados pelos leitores como possíveis de serem aplicados na rotina diária, independente do trabalho mediúnico na casa espírita. “Sempre que leio uma obra para estudo me pergunto o que ela agrega para a minha vida”, disse Bruno Elias Borges, trabalhador do GEAE e moderador do encontro. “Nosso campo mental é uma realidade no dia a dia. O ensinamento desse livro é relembrar conceitos que nos levam à necessária reforma íntima”.

Mentomagnetismo é um conjunto de fenômenos eletromagnéticos que têm como base o pensamento focado. Trocando em miúdos, é o efeito que desencadeamos sempre que pensamos em alguma coisa ou alguém intensamente. Essa irradiação mental, quando acompanhada pela oração sincera e a vontade produz a vibração que pode favorecer o bem estar e o equilíbrio da pessoa. Ou o seu contrário, quando o pensamento é canalizado de forma negativa – não apenas quando se deseja o mal, mas principalmente quando cultivamos o pessimismo e deixamos de exercitar sentimentos como a compaixão, a solidariedade e a confiança. “A energia mental tem um efeito transformador”, afirmou Ricardo Bastos, diretor do Departamento de Comunicação e Divulgação do GEAE.

mentomagnetismo2
Momento de debate da obra literária

“É necessário enfatizar a importância dos sentimentos positivos e o livro explora bem isso”, comentou Lídio Santos, trabalhador da Casa. Para ele, é importante que toda pessoa se conscientize do efeito do próprio pensamento sobre sua condição, movimento necessário para uma maior disciplina no cultivo de pensamentos e sentimentos positivos. “Entendi que é um fenômeno natural, que faz parte do nosso dia a dia, um mecanismo que vai e volta como uma troca”, disse Suzete D’Antônio. Segundo ela, voluntária do GEAE, a obra traz como mensagem para o médium a necessidade do exercício diário de manter elevados princípios morais e éticos.

Para Jacira Rosa, trabalhadora da Casa, uma das mensagens mais importantes da obra é a importância da prece e o efeito restaurador que ela pode provocar quando elevada sinceramente, “de coração”. Durante o debate, os participantes comentaram como trazer essas premissas para o dia a dia, contornando as dificuldades e distrações da rotina. Disciplina e determinação foram os conceitos que emergiram da conversa. “É preciso estar aberto e consciente, atento, e sempre que perceber um pensamento menos elevado buscar a prece e mudar a sintonia”, disse Jacira.

mentomagnetismo3

Receba o boletim informativo do GEAE

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo