AUTOCONHECIMENTO: A CHAVE PARA O EQUILÍBRIO PESSOAL

GEAE cria núcleo de estudo para favorecer a reforma íntima e a saúde integral de seus frequentadores

Da Redação

Ansiedade, depressão, baixa autoestima, dúvidas, estresse. Em uma sociedade cada vez mais rápida, superficial e competitiva, essas palavras traduzem os efeitos dos novos desafios impostos ao ser humano e colocam em evidência a importância cada vez maior do autoconhecimento para o bom manejo das emoções e o pleno entendimento dos movimentos da vida. No mundo de hoje, a saúde e o bem-estar tornam-se completos com a conquista da plenitude física, mental, emocional e espiritual; idealização do homem integral. Essa busca por integridade encontra amparo no Espiritismo e justifica volume importante dos atendimentos realizados nas casas espíritas. Diante dessa realidade e para melhor amparar seus frequentadores, o Grupo Espírita Abrigo da Esperança (GEAE) criou o Grupo de Apoio Emocional Joana de Ângelis, núcleo de estudos com vistas à renovação interior. “É um espaço favorável para o estudo e reflexão sobre o Espiritismo e suas profundas propostas psicológicas, que estimulam o processo do autoconhecimento e da autotransformação”, diz André Campos, trabalhador da Casa e facilitador do Grupo.

“Quase todos chegam à Casa Espírita em busca de ajuda, acreditando-se vítimas de obsessores, desequilíbrios emocionais ou com doenças graves esperando que os mentores resolvam os seus problemas”, avalia André. “A doutrina é libertadora e coloca em nossas mãos as ferramentas para conquistarmos o equilíbrio e consequentemente a saúde e a paz que tanto almejamos. A proposta de arrumarmos a casa interna liberta-nos da condição de vítimas de forma consciente”, frisa. Segundo ele, o Grupo de Apoio Emocional foi criado para possibilitar o estudo de temas de interesse comum ao universo espírita e psicológico, buscando as interfaces possíveis para um maior aprofundamento das questões psíquicas e novas perspectivas para os problemas da alma, oferecendo elementos para a reflexão e pesquisa aos fenômenos religiosos e espirituais. Os encontros acontecem nas noites de quarta-feira, a partir das 20h. A escolha de Joana de Ângelis como referência foi natural: mentora espiritual do médium Divaldo Pereira Franco, ela é autora de diversas obras dedicadas à saúde mental, que compõem uma terapia baseada no Evangelho de Jesus e na Codificação de Allan Kardec. “Demos seu nome ao grupo pelo trabalho desenvolvido por ela na publicação dos 17 livros da Série Psicológica, que merecem estudo aprofundado por parte de todos que desejam conhecer mais a fundo a alma humana e a si mesmo”, justifica André. Esse conjunto de livros é emblemático na ampla obra de Joana de Ângelis, em que ela estabelece pontes entre o pensamento espírita e a psicologia, usando conceitos e temas das diversas áreas e correntes desta nobre ciência, apropriados sob a ótica do espírito imortal. Outro aspecto relevante é, que em sua obra, Joanna de Ângelis dedica atenção especial à análise do comportamento de Jesus e dos Seus ensinamentos, adotados como paradigma para a construção do homem e da mulher integral que somos em potencialidade.

MEDITAÇÃO E ESTUDO – O Grupo de Apoio Emocional está aberto a todos que buscam o autoconhecimento, com a consequente melhoria de si. A metodologia envolve a leitura sequenciada das obras de Joanna de Angelis com debates e discussões sobre os temas abordados; complementada por exercícios práticos de meditação, visualização e respiração; visando à harmonia interior. “Não é um grupo de terapia tradicional. É um grupo de estudos voltados ao autodescobrimento”, avisa André. Segundo ele, o estudo não têm o formato de aula, em uma dinâmica mais livre. “Muitas vezes lemos um parágrafo e discutimos duas horas sobre o assunto. Os participantes tem papel ativo e não passivo durante os nossos encontros. É uma troca de experiências”.  

Terapeuta e orador espírita, André tem apostado em técnicas ainda pouco absorvidas pelas casas espíritas, como a meditação, por exemplo; mas que geram retorno positivo no esforço por regeneração e reforma íntima. Segundo ele, embora a ciência venha mostrando a eficácia da meditação no tratamento de distúrbios emocionais e curas físicas, a sua utilização ainda é muito pequena e vista como elemento estranho à doutrina Espírita. “É uma mudança de paradigma quando colocamos que a cura não vem “de fora”, mas é uma conquista interior, que é uma vivência do perdão e do autoperdão ensinada pelo Cristo”, diz o facilitador. “Estamos trabalhando com um grupo pequeno e as propostas estão sendo assimiladas e incorporadas aos poucos na rotina diária, pois a proposta do grupo é levar para o dia-a-dia os ensinamentos e vivências do grupo”.

Nesse momento, o Grupo de Apoio Emocional Joana de Ângelis estuda a obra “Autodescobrimento, uma busca interior”, sexto dos 17 volumes da Série Psicológica da autora. Esse é o ponto de partida do processo de conscientização em torno da importância do autoconhecimento para a construção da autoestima e o melhor manejo das situações da vida. “Decidi participar porque é um grupo de estudo do livro Autodescobrimento, que leva ao conhecimento do leitor os efeitos físicos que os comportamentos negativos causam no organismo e ensina técnicas de relaxamento que nos levam ao autoconhecimento”, diz Maria Lúcia Ferreira, que tem participado das reuniões. “Tais estudos me ensinam a refletir e buscar meios de modificar comportamentos de ansiedade e ter autoconfiança. Hoje me sinto mais calma e segura diante das dificuldades”.

Segundo André Campos, esse é o objetivo do trabalho: estimular o conhecimento dar ferramentas de superação. “O autoconhecimento é fundamental para desenvolver o amor por si mesmo e fortalecer a autoestima. É muito difícil alguém se conhecer interiormente quando a busca está sempre no externo”, diz. “Buscamos cuidar da pele, mudar o corte do cabelo, comprar roupas, carros, eliminar alguns quilinhos, mas quase sempre esquecemos que o caminho deve ser o contrário, de dentro para fora”.

Maiores Informações do Grupo de Apoio Emocional Joana de Ângelis:

Grupo Espírita Abrigo da Esperança – GEAE

QE 40 Área Especial 6-A lote 04

Guará II, Brasília – DF, 71.070-406

e-mail: geae@geae.org.br

Exibir mapa ampliado

Receba o boletim informativo do GEAE

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo